Consulta de Psicologia

A consulta psicológica visa trabalhar os aspetos emocionais e relacionais que condicionam o desenvolvimento pessoal e a adaptabilidade social do indivíduo. Baseando-se no conhecimento científico do funcionamento psicológico, é promovida a mudança procedendo de acordo com as necessidades e características individuais de cada pessoa. Proporciona-se, assim, um tempo e um espaço com potencialidade transformadora, objetivando o bem-estar psíquico e o equilíbrio emocional do cliente.
A Avaliação Psicológica é indispensável no início de qualquer processo psicoterapêutico, sendo essencial para a formulação de um plano de intervenção terapêutico adequado a cada paciente.

A frequência das sessões e duração do tratamento podem variar. A frequência é acordada entre cliente e psicólogo após a avaliação psicológica e de acordo com as necessidades do cliente. As sessões poderão ser semanais, bissemanais ou quinzenais. Após 12 sessões de psicoterapia é realizada uma reavaliação para determinar a continuidade do processo.

Áreas de Intervenção

PSICOTERAPIA – Intervenção psicoterapêutica para adolescentes, adultos e idosos.

LUDOTERAPIA – Intervenção psicoterapêutica para crianças.

TERAPIA FAMILIAR E DE CASAL – Intervenção psicoterapêutica para família e/ou casais.

ACONSELHAMENTO PARENTAL – Intervenção psicoterapêutica e aconselhamento parental com recurso a registo audiovisual.

ORIENTAÇÃO VOCACIONAL – Intervenção para orientar o desenvolvimento escolar, académico e profissional (desenvolvimento de estratégias para estudo, redação de teses e procura de emprego).

PROCESSO DE PRONTIDÃO ESCOLAR – Intervenção psicoterapêutica para preparar a entrada de crianças no ensino escolar.

Neuropsicologia Clínica

A Neuropsicologia Clínica visa a (re)estruturação e desenvolvimento das Funções Nervosas Superiores no âmbito da Habilitação e Reabilitação Neuropsicológica. Tem como objetivo capacitar o paciente a reduzir e/ou superar as dificuldades cognitivas de forma a melhorar o seu comportamento, a sua adaptação social e a sua qualidade de vida.

Intervimos em casos em que as funções cognitivas básicas ainda não foram adquiridas na criança, jovem ou adulto (ex.: Dificuldades de Aprendizagem, Dislexia, Hiperatividade, Défice de Atenção, Impulsividade, Motricidade) e também em casos de lesão ou perda das capacidades anteriormente adquiridas (ex.: lesões cerebrais, AVC, tumores intracranianos, patologias degenerativas como Alzheimer ou Parkinson, epilepsia, etc.). Aplica-se o Exame Neuropsicológico no início de cada processo.

Aconselhamento e Supervisão Parental

O aconselhamento e supervisão parental tem como objetivo fornecer ferramentas e competências aos cuidadores, para que possam propiciar aos seus filhos um crescimento profícuo e equilibrado, através da criação de uma relação de qualidade: empática, lúdica, que promove o diálogo e que permite a ansiedade. Assim, criam-se as condições para que os filhos possam desenvolver a sua personalidade e as funções cerebrais de forma saudável.

O método inovador de videofeedback, no qual se recorre ao registo audiovisual para permitir uma análise momento a momento do desenrolar da ação, possibilita verificar e discutir o acontecer in loco, otimizando assim a qualidade atentiva dos pais/cuidadores. Desta forma, os pais/cuidadores estarão cada vez mais disponíveis para aceder às necessidades emocionais, afetivas e intelectuais dos seus filhos.

Temos como principal missão promover o potencial humano e a qualidade de vida de crianças

jovens, adultos e idosos, através do desenvolvimento de pessoas mais conscientes de si, do mundo

e dos outros.

Dificuldades Frequentes

    • Perturbações do Desenvolvimento e do Espectro do Autismo
    • Hiperatividade e Défice de Atenção
    • Problemas Escolares e Académicos (dislexia, dificuldades de aprendizagem, etc.)
    • Sobredotação
    • Impulsividade
    • Imaturidade
    • Birra e Oposição
    • Dependência (química, jogos, internet, telemóvel, etc.)
    • Sexualidade
    • Dificuldades de Relacionamento e/ou Emocionais
    • Dificuldades Familiares e/ou Conjugais
    • Passividade
    • Enurese e Encoprese
    • Problemas de Sono
    • Stress, Pânico e Ansiedade (social, aos testes, etc.)
    • Bullying
    • Vítimas e Agressores
    • Dificuldades Profissionais
    • Perturbações da Personalidade
    • Perturbações Alimentares
    • Obsessões, Medos e Fobias (social, de animais, espaços fechados, conduzir, etc.)
    • Adaptação a Doenças Crónicas
    • Fases de Transição de Vida (divórcio, mudança de emprego, mudança de cidade/país, maternidade, casamento)
    • Luto, Perda e Separação
    • Depressão