Viseu | T:232437118 | M:938300698    Coimbra | T:239835210 | M: 936168000

Escola de Autismo Rita Leal






UM NOVO OLHAR SOBRE O AUTISMO…

Guiada pelo princípio de que o conhecimento científico deve servir para a transformação da realidade e para a criação de condições dignas de vida para todos, nasce a ESCOLA DE AUTISMO RITA LEAL que, ao distanciar-se dos programas de aprendizagem instrumental e comportamental, tem por objetivo a efetivação de uma proposta terapêutica, propondo UM NOVO OLHAR SOBRE O AUTISMO assente na PERSPETIVA RELACIONAL-HISTÓRICA do desenvolvimento psíquico humano.

Os resultados dos ensaios clínicos realizados pela equipa e apresentados em congressos nacionais e internacionais ao longo dos últimos 5 anos apoiam as recentes investigações científicas que mostram que as interações entre pais e filhos desempenham um papel determinante na trajetória do autismo.

 

AUTISMO PETER

 

Desde 2010 que a equipa clínica tem vindo a desenvolver uma metodologia habilitadora do autismo inspirada no trabalho da Prof. Doutora Rita Leal. Nos últimos dois anos convidaram-se os cuidadores da criança autista para se envolverem no processo clínico pois as interações entre pais e filhos desempenham um papel importante no objetivo de uma habilitação cada vez mais consistente. Através de uma intervenção especializada em perturbações de desenvolvimento, espera-se trabalhar cooperativamente e potencializar os recursos, para que a família assuma o lugar de protagonista, ressignificando e transformando o quotidiano, maximizando o curso da terapia e o seu impacto na qualidade de vida.

 

 

A INTERVENÇÃO

A justificação do programa assenta na evidência de que as interações diárias entre cuidador e criança podem moldar o curso do autismo. As trocas dinâmicas resultantes desta relação são uma parte crucial do desenvolvimento de qualquer criança e numa criança com autismo este “ciclo de feedback social” precisa de ser trabalhado.
Este trabalho pauta-se por uma linha de intervenção preventivo-transformadora, uma vez que se foca diretamente na restruturação das respostas ao modo peculiar com que a criança autista interage com o mundo.

 

Tamy @ Joao pintar (2)

Para a sua realização está operacionalizado um programa de habilitação sistematizado com atividades induzidas que recriam situações da vida familiar quotidiana. O programa envolve a integração de momentos lúdicos entre pais e filhos, criados de forma espontânea e recriados com a ajuda de terapeutas. As atividades são acompanhadas e supervisionadas em reuniões diárias com os pais. O objetivo é habilitar os pais a reconhecer e interpretar as tentativas comunicacionais da criança, expandido as suas oportunidades de desenvolvimento. Dentro do programa, as crianças beneficiam de ludoterapia diária.

 

 

Na perspetiva crítico-transformadora implementada aponta-se para a possibilidade de fomentar a autonomia das famílias, para que assumam um papel ativo no processo de tratamento. Para isso, o técnico deve partilhar saberes e práticas com a sociedade, articulando demandas com possibilidades concretas de ações.
Ao propor UM NOVO OLHAR PARA O AUTISMO… a Associação Portuguesa de Psicologia Relacional-Histórica contribui positivamente para os eixos da prevenção, intervenção, tratamento e nos resultados do seu reflexo na qualidade de vida da família.

 

 

CONTACTOS:

 

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE PSICOLOGIA RELACIONAL-HISTÓRICA

COIMBRA: Av. Sá da Bandeira, nº114 – 2º, sala a, 3000-350 Coimbra

VISEU: Rua Formosa, nº98 – 1º Esq., sala a, 3500-134 Viseu

Tlm. 937 909 864

Email: escolaritaleal@gmail.com

Facebook: https://www.facebook.com/CentroPsicoterapeutico